mercredi, septembre 28, 2005

Munique

Estamos curtindo muito a Oktober! Ontem passamos a noite inteira la, mas dessa vez nao bebemos pra poder curtir o dia hoje. Afinal, Munique nao e so a Oktoberfest. Na verdade, Munique e tudo aquilo que esperavamos que Berlim fosse e nao era: moderna, bonita, vibrante, enfim, a cara da Alemanha. Ate as pessoas sao mais simpaticas! Bem que podiam transportar aquele predio do Parlamento Alemao de Berlim pra ca e transferir a capital para Munique...
A cidade e toda bonita, com ruas largas, predios modernos convivendo com predios historicos e imponentes. A praca central e muito legal, bem como o calcadao principal. E engracado ver, espalhados por todos os cantos das ruas, dezenas de estatuas de leoes, em tamanho natural, mas cada qual de um jeito: uns vestidos de cozinheiros, outros de surfistas, outros de hippie... Achamos que o leao deve ser o simbolo da regiao ou algo do genero, porque eles estao por tudo! Alias, uma coisa que esquecemos de contar e que na Polonia, principalmente em Varsovia, viamos a mesma quantidade de estatuas desse tipo, mas nao eram leoes, e sim vacas. Vai entender...

mardi, septembre 27, 2005

Oktoberfest

"- Dig dag dig dag
- Hey! Hey! Hey!
- Dig dag dig dag
- Hey! Hey! Hey!
- Dig dag dig dag
- HEY! HEY! HEY!
Alles Prost, Alles Prost, Alles Prost...."

Com essa musiquinha, cantada entre uma musica e outra, as bandas dos biergarten da oktoberfest incitam o publico a brindar e beber de suas canecas de 1 litro de cerveja.
Ontem chegamos em Munique bem cansados, e decidimos que nao fariamos turismo nem nada de mais, so dariamos uma voltinha pela Oktoberfest para ver como e onde era. Acontece que isso e impossivel. Chegando la nao tem como sair, nao tem como nao beber e andar nos brinquedos mil que tem por la. Aquilo la e muito bom! Como disse o Bruno, e uma Disney com cerveja! O parque e enorme, enorme mesmo, com varias tendinhas tradicionais vendendo comida e souvenirs da oktober. Tem tambem alguns restaurantes e muuuitos brinquedos, montanhas russas, carros choque, elevadores que caem... E, claro, os biergarten, enormes galpoes com musica alema e muuuita gente bebendo cerveja. Mas o mais legal e ver todos os alemaes vestidos tradicionalmente, homens e mulheres de todas as idades com roupinhas alemas, bebados cantando em cima das mesas. Depois de muito procurar lugar, achamos uma mesa e pedimos uma cerveja (1 litro!!!). Demos muita sorte, porque na nossa mesa tambem estavam sentados uns sul-africanos super legais. No segundo caneco ja estavamos todos cantando e dancando em cima da mesa, muito legal! E foi so o primeiro dia! Agora vamos fazer um pouco de turismo por Munique e, mais tarde, Oktoberfest!

samedi, septembre 24, 2005

Budapeste - a Paris do Leste

Nada melhor do que passar o aniversario na beira do Danubio, vendo os morros, monumentos e castelos de Budapeste. A cidade e muito linda, realmente lembra Paris. Cada rua, cada predio e bonito, tem seu encanto. A diferenca pra Paris se mostra quando olhamos menos pra cima e mais pra baixo, pras paredes e monumentos pichados, pros mendigos nas ruas, com alguns carros que parecem ter testemunhado todo o periodo comunista andando nas ruas. Mas mesmo assim e linda.
Na verdade, o comeco nao foi muito alentador. Demoramos um pouco pra achar nosso albergue, e quando achamos nos assustamos: o portao do predio parecia ser o de uma casa mal assombrada, ou algo do genero. O predio estava caindo aos pedacos, tivemos ate medo de pegar o elevador. Mas o quarto do albergue em si era super bom, e acabou valendo a pena.
Nao sabemos o nome de nada do que vimos em Budapeste, mas o que vimos valeu a pena. Um portao gigantesco, predios com detalhes dourados, castelos, estatuas, pracas e pontes. Ficou faltando o banho nas termas, mas isso fica pra uma proxima - gostamos tanto dessa cidade que decidimos que vai haver uma proxima em algum momento da vida!
Ah, um detalhe que eu estava esquecendo era a viagem entre Krakowia e Budapeste. Saimos as dez e meia da noite e chegariamos as nove e pouco da manha. Conseguimos ficar sozinhos em uma cabine do trem, entao pelo menos pudemos deitar. Mas quem disse que dava pra dormir? Eu estava super estressado que alguem entrasse e tentasse nos roubar - ja haviamos ouvido falar de roubos em trens na Polonia. Mas o pior e que o trem era pinga-pinga! E ainda atravessava a Eslovaquia no caminho! Resultado: fomos acordados umas oito vezes no total, entre pedidos pra ver nossos tickets e pra carimbar nossos passaportes. Pelo menos nossos passaportes estao ficando bem bonitos, cheios de carimbos...
Agora ja estamos em Praga, e estamos adorando tambem. O clima da cidade e bem legal, ja se parece mais com a Europa Ocidental do que com a Hungria ou a Polonia. Hoje so ficamos dando voltas, nos perdendo pelas ruelas, vendo feiras, enfim, curtindo e conhecendo a cidade. Amanha vamos atras dos pontos turisticos, e segunda partimos direto pra Oktober!

mercredi, septembre 21, 2005

O maior crime da historia

Todos ja ouviram falar do Holocausto: seis milhoes de pessoas exterminadas em campos de concentracao nas maos dos nazistas. Todos conhecem essa historia. Mas nao se pode ter a menor nocao de como era sem ir e ver de perto. Foi o que vimos em Auschwitz, o maior campo de concentracao, onde mais de um milhao e meio de pessoas morreram, em sua maioria judeus. O cenario e gigantesco, a atmosfera pesada, mas o que vimos e ouvimos la constituem algo extremamente chocante. Nunca paramos para imaginar como era a vida naquele lugar. Ate chegar la e ver. Ver o "banheiro", fileiras de latrinas onde cada preso tinha cerca de um minuto para fazer todas as suas necessidades. Com tantos presos e tao pouco tempo, nao fica dificil imaginar a situacao do lugar. Ver as camas de madeira, triliches, onde em cada nivel dormiam cinco ou seis prisioneiros, sem nenhum isolamento do frio, que podia chegar a trinta graus negativos no inverno. Muitos morriam congelados. Ver como eram selecionadas as pessoas a serem mortas nas camaras de gas: os grupos de pessoas que chegavam dos trens eram separadas em duas fileiras, mulhere e criancas, e homens. Os considerados nao aptos ao trabalho pelos medicos nazistas eram mandados diretamente as camaras de gas, imaginando estarem indo tomar banho. Interessante que tal analise medica durava cerca de tres segundos com cada individuo. Mas antes de morrer, os judeus tinham os cabelos cortados e os pertences tomados. Depois de mortos, os dentes de ouro retirados. Nada era desperdicado. Os cabelos eram vendidos para a industria textil alema como materia prima. Mais de mil empresas alemas utilizaram a mao de obra escrava dos campos de concentracao. Mas nada e mais chocante do que ver, no museu em Auschwitz, toneladas de cabelos prontos para serem enviados para a Alemanha, os sapatos dos adultos e os sapatinhos das criancas, igualmente mortas sem piedade, "para que nao continuassem a raca", os milhoes de oculos apreendidos. Nada era desperdicado, segundo nosso guia polones, em nome da eficiencia alema.
Um fato interessante, e horrivel, e que os alemaes perceberam que os seus soldados nao podiam mais comandar tantas execucoes: eles simplesmente estavam ficando loucos matando tanta gente! Solucao: os alemaes levaram para Auschwitz pessoas que nao se importariam com tal trabalho: criminosos alemaes, assassinos, estupradores, psicopatas... Imaginem do que nao eram capazes tais pessoas tendo ali, a sua merce, tantas vitimas para se deliciar.
Valeu muito a pena ir ate Auschwitz. Ficamos tocados, chocados, sem acreditar em muito do que viamos e ouviamos. Como esta la escrito, que nunca esquecamos do que houve, para que nunca mais se repita.

lundi, septembre 19, 2005

Krakovia

Essa cidade e muito legal! Adoramos! Ate porque podemos comer bem por aqui...
Chegamos em Krakovia e estava chovendo. Aquele dia foi horrivel, porque na noite anterior fui atacada por um batalhao de pulgas, e sou super alergica, entao fiquei cheia de bolinhas vermelhas em todo o corpo, nos pes, pernas, barriga, costas, maos, bracos, bochecha, testa, pescoco... Alem disso, entrou agua na minha bota e no tenis do Bruno tambem, e pra completar nos demos conta de que eu tinha esquecido minha carteira de motorista em Varsovia! Estavamos sem humor pra gostar de qualquer cidade... Mas chegamos no albergue e as coisas foram melhorando. No dia seguinte fomos conhecer umas minas de sal que sao bem famosas. Achamos bem legal, tem varias coisas de sal, lustres, estatuas, e e muuuuuito pra baixo da terra! Comecamos a descer escadas e nao acabava nunca, fiquei ate tonta! Hoje demos umas voltas pela cidade, fomos no castelo dos antigos reis da Polonia, passeamos pela parte velha da cidade, fomos na praca central aqui.. muito legal a tal praca, cheia de mesinhas de restaurante na calcada, bem legal mesmo. O dia foi realmente muito bom, foi otimo passear no solzinho. E estamos impressionados com o frio daqui. E verao, e passo frio de casacao! Amanha vamos pra Auschwitz, o mais famoso campo de concentracao nazista, e, de noite, Budapeste! Ah, e nao esquecam, quinta e o niver do Bruno!!

vendredi, septembre 16, 2005

Sobre Varsovia e Fotos

No segundo dia que passamos em Berlim gostamos mais da cidade, deu pra diminuir um pouco a decepcao com a cidade. Vimos um lado mais bonito, mais moderno, como a Postdamer Platz, mas no final das contas Berlim ainda ficou devendo um pouco. Ah, vimos uma coisa muito legal em Berlim: estava passando "O Homem que Copiava"!!! Que orgulho!

Image hosted by Photobucket.com


Agora estamos na Polonia, o pais para o qual morriamos de medo de vir. Medo dos assaltos em trem, medo de nao conseguirmos nos comunicar com ninguem... Mas tudo isso ja passou, e agora estamos gostando muito desse pais. A viagem de trem foi legal, uns poloneses nos ensinaram palavras em polones, deram dicas de turismo, enfim, foram super simpaticos. Varsovia e uma cidade bem bonita, embora sem muito para ver. As coisas sao super baratas, acomodacao, comida, e tudo realmente muito mais barato que no resto da Europa. A nossa unica dificuldade aqui e a comunicacao, ja que quase ninguem fala ingles - quase sempre temos que nos virar com gestos. O incrivel e que mesmo assim eles sao super simpaticos e prestativos, sem comparacao com a Alemanha. Por exemplo, pedimos informacao em uma ferragem e todos se envolveram pra achar a rua que procuravamos, e com gestos nos mostraram tudo, a dona ate saiu da loja e foi conosco ate a rua em que deveriamos pegar o onibus.
Sem muito para o momento, vamos as fotos ate agora.

Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com




Image hosted by Photobucket.com


Estocolmo.

Image hosted by Photobucket.com


Nosso albergue em Estocolmo....

Image hosted by Photobucket.com


Bicicletas estacionadas na frente da estacao principal de Copenhaguen.

Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Copenhaguen

Image hosted by Photobucket.com


Troca da guarda em Copenhaguen. Sem comparacao com a de Londres.

Image hosted by Photobucket.com


A famosa pequena sereia.

Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


A cidadela de Copenhaguen.

Image hosted by Photobucket.com


Na frente do museu do Guiness Book em Copenhague. Esse e o homem mais alto do mundo reproduzido fielmente. Ele tinha 2,72 metros, e uma mao dele era do tamanho de um disco de vinil.

Image hosted by Photobucket.com


Como sempre, dormimos no trem entre Copenhaguen e Berlim. Uma hora acordamos e o trem estava parado. Pensamos que estavamos em alguma estacao, sei la, mas achamos estranho, porque nao tinha ninguem no trem. Depois de muito tempo parados sem entender nada e meio brabos ("o que e isso, o trem deu uma paradinha pro pessoal comer, ir ao banheiro, sei la") resolvemos seguir uma japonesa que entrou no trem. Estavamos em um navio, atravessando o mar com trem e tudo!!!

Image hosted by Photobucket.com


Berlim, no caminho pro nosso primeiro albergue.

Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Parlamento alemao.

Image hosted by Photobucket.com


Portao de Brademburgo. Foto tirada so pra registro, "estivemos la".

Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Checkpoint Charlie - fronteira mais conhecida entre as partes americana e russa da Berlim pos-guerra.

Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Restos do muro de Berlim

Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Postdamer Platz (ou algo do genero). bem moderna, super legal, e acho q essa e a maior gangorrra do mundo!!

Image hosted by Photobucket.com


O polemico monumento aos judeus mortos no holocausto.

Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Image hosted by Photobucket.com


Rua bonitinha, catedral e ruinas de igreja, tudo com o Bu de cabelo novo...

mardi, septembre 13, 2005

Copenhaguen, Berlim e misterios...

Sabado saimos de Estocolmo e fomos para Copenhaguen. Nossa primeira impressao da cidade nao foi muito boa, ate porque o centro de informacoes turisticas estava fechado, e depois de uma viagem longa e cansativa tivemos que ficar dando varias voltas carregando todas nossas coisas para conseguir um mapa para achar o albergue. Achamos o albergue, e as voltas que demos depois e no dia seguinte pela cidade desfizeram nossa impressao inicial. A cidade e muito legal, muito bonitinha, mais bonita que Estocolmo, e tambem tem um clima muito legal. Tem varios calcadoes, e varios artistas de rua. Vimos varias coisas que se ve nessas viagens, predios bonitos, igrejas, o parlamento (o Bruno anda com uma fixacao por parlamento, tudo que e cidade ele quer ver o parlamento!), a troca da guarda (muito diferente da de Londres, no meio da rua, as pessoas podem chegar pertinho e vao acompanhando os guardas, bem diferente). Vimos tambem a famosa pequena sereia de Copenhaguen - legalzinha, mas nada de mais. Uma coisa muito interessante que vimos la foi a Christiania. Christiania e uma "experiencia social", uma praca murada que e gerida pelos moradores, hippies que vendem coisinhas como brincos e pulseiras e ficam usando e vendendo drogas. E bem diferente do resto da cidade, tudo jogado, riscado, com cartazes com fotos de policiais com nariz de palhaco... Na entrada tem varios cartazes, a maioria em dinamarques, mas alguns deu pra entender: "Say NO to hard drugs" e "No photos". Na saida, tem uma especie de portal com os dizeres: "Voce esta entrando agora na Uniao Europeia". Enfim, e bem diferente. Mas o interessante e que achavamos que iriamos nos sentir inseguros naquela zona, mas nao, nao era um clima pesado ou ameacador - eram so hippies pacificos fumando maconha e vendendo coisas.
Segunda viemos para Berlim. Aqui o clima ja e bem diferente. As pessoas (todas!) sao super hiper mega antipaticas, algo que eu realmente nao imaginava, e quase ninguem fala ingles, diferentemente da Holanda, Suecia e Dinamarca, onde todos falavam, e muito bem (nem todos e nem tao bem na Dinamarca). Ficamos um pouco decepcionados com Berlim. Ainda nao vimos tudo, mas por enquanto, sei la, e so uma cidade grande com algumas coisas bonitas, como o parlamento (!) e outras muito interessantes. O Checkpoint Charlie entra nessa ultima categoria - um dos pontos (o mais famoso) onde os setores americano e sovietico se encontravam em Berlim. Tem varias coisas legais la, a placa original "Voce esta deixando o setor americano", uns guardinhas vestidos de americano e sovietico pra tirar foto, um museu do muro de Berlim, enfim. Fomos ver tambem um pedaco do muro que ainda esta em pe - muito muito legal. O legal dessa cidade e que da pra sentir a historia. Talvez ate isso de ela ser um pouco feia em geral seja por ela ter sido totalmente destruida com a guerra. Mas as vezes nem da pra acreditar que a Alemanha e a maior economia europeia. O metro e muito ruim, o pior em que ja andamos (nao falei do de Copenhaguen! Incrivel, super moderno, nao tinha ninguem dirigindo o trem, era tudo automatico!), todo riscado, sujo, os tuneis para atravessar a rua sao mal iluminados, sujos e riscados tambem, e a cidade e a mais despreparada pra receber turistas que ja visitamos. Nao tem indicacoes nas ruas de onde sao os pontos turisticos, nos pontos turisticos as informacoes sao todas escritas so em alemao (ate na Franca, que tem fama de xenofoba, tem em ingles!) e nos mapas turisticos nao tem muitas coisas importantes, como o muro. As vezes a impressao e que eles querem esquecer a guerra (o que alias e absolutamente compreensivel), porque nao indicam nada, os lugares importantes, sei la, perguntamos pro cara do turismo onde era o bunker em que o Hitler morreu e ele quase latiu, e disse que nao tinha nada la.
Agora o misterio: hoje quando estavamos andando por ai notamos uma baita movimentacao de policia, mas baita mesmo, algo anormal, e minha anteninha pos-atentado ja sinalizou que algo estava ocorrendo. Eu achei que podia ser super sensibilidade da anteninha, mas o Bruno tambem achou que algo estava acontecendo. A movimentacao continuou o dia inteiro, policia fechando ruas e trancando o transito pra comitivas da policia com sirene ligada passar, e coisas do genero. Sei la, ficamos intrigados mas achamos que nao era nada importante. Agora ha pouco, de noite, quando saimos pra procurar algo pra comer, notamos que os carros e furgoes da policia que estavam estacionados aqui perto de tarde ainda estavam la. Dali a pouco, vimos quatro policiais olhando pelas janelas de um estabelecimento que estava com as luzes todas apagadas. Esse estabelecimento era a embaixada do Iêmen. Os policiais encontraram uma sala com luz, bateram ali e sinalizaram pra um cara abrir a porta. Seguimos caminhando, fomos pra outro lado, e vimos muuuuuitos carros da policia fechando a rua, e um cara de terno parado na calcada. Quando nos aproximamos, ele perguntou o que queriamos, falamos que so estavamos andando e ele disse que por ali nao dava pra passar. Perguntamos o que estava acontecendo, ele disse, depois de pensar bastante: "O que esta acontecendo......... esta fechado... fechado, ok?". Algo esta acontecendo, algo grande relacionado com terrorismo ou imigracao, e estamos curiosos!!!!!!

vendredi, septembre 09, 2005

Gör en lång-lång-lång-lång!

Quarta-feira comecou nosso ultimo giro pela Europa antes de voltar para o Brasil. Saimos de Londres para Paris de Eurostar, o trem que passa pelo Canal da Mancha, por baixo do mar entre o Reino Unido e a Franca. Deu tudo certo la por Paris, deixamos nossas malas na casa dos nossos amigos de Poitiers e dormimos no LG. Alias, o LG merece o titulo de melhor anfitriao do ano, nos recebeu suuper bem, fez ate franguinho pra nos!
Estocolmo, Suecia. Esperavamos frio, limpeza, modernidade, enfim, tudo aquilo que se costuma imaginar dos paises nordicos. Encontramos isso e muito mais. A cidade e legal, moderna, mas com predios antigos tambem. Nos chamou a atencao 0 fato de que os predios nao sao todos da mesma cor, aquele cinza com que estamos acostumados a nos deparar. Nao, tem predio amarelo, laranja, bege, o que da um ar diferente a cidade. Sem contar o fato de que TODOS sao loiros. Incrivel, realmente incrivel.
Fora isso, sobra o lado, digamos, meio "viagem" dessa cidade. A comecar pelo idioma, essa coisa realmente bizarra que e o sueco. A frase do titulo e so o mais belo dos exemplos disso. Nao temos a minima ideia do que significa, mas ficamos repetindo-a e rindo dela desde ontem de noite. Os nomes das ruas sao gigantes, parecidos entre si, um convite para a confusao total. Ainda bem que todos falam ingles super bem. Mas a viagem nao para por ai. Estavamos ontem procurando nosso albergue, e eis que eu vejo um predio sorrindo pra mim. Isso mesmo, sorrindo, um rosto sorrindo. Obvio que a Ana achou que eu tinha enlouquecido de vez, mas depois ela viu tambem! Hoje de noite vamos sair a caca do tal predio pra tirar uma foto e nao passarmos por completos alucinados. Mas, voltando, estavamos nos procurando nosso albergue, e nao achavamos de jeito nenhum o numero dele na rua. Eis que olhamos para o outro lado da rua, onde ficava o lago, e vimos alguns barcos. Atravessamos, ja receosos do que estava por vir. Passamos por um grupo de mochileiros franceses, perguntamos pelo nosso albergue, e eles disseram que tinham visto, que era um "branco" mais pra frente. Continuamos e chegamos no nosso barco, digo, no nosso albergue. Sim, estamos dormindo em um barco-albergue, e tem muitos outros do lado do nosso. Uma viagem total, da pra sentir o balanco do barco, e o nosso quarto de ontem, com quatro camas, lembrava as cabines em que viajam os pobres no Titanic. A ultima "viagem" foi hoje. Quando estavamos caminhando, vimos uma mao e um nariz gigantes saindo da agua, como se estivesse se afogando ou sei la eu o que. Viagem total essa cidade, bem legal, tem umas vistas bem bonitas, a cidade e bonita como um todo, um conjunto. Gostamos, mas ja vimos o que queriamos. Amanha partimos pra Copenhaguen.

mardi, septembre 06, 2005

Fotos da Escocia

Hoje e o nosso ultimo dia em Londres. Dia corrido, muitas coisas a serem feitas. Mas tambem e o ultimo dia de internet gratis, e por isso vamos usar um pouco do nosso ultimo dia pra colocar aqui algumas fotos da Escocia (foram mais de 80, nao tem como colocar todas). Amanha vamos para Paris, dormimos la e quinta comeca nossa viagem: vamos pra Estocolmo, depois para Copenhaguen, Berlim, Varsovia, Krakovia, Budapeste, Viena, Praga, Munique, Innsbruck, Salzburgo, Genebra, Zurique e, mais uma vez, Paris, afinal e de la que sai nosso voo pro Brasil. Vamos contando a viagem por aqui, mas mais fotos acho que so quando chegarmos no Brasil.

Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Esse e um monumento classico de Edimburgo. Super bonito, tiramos vaarias fotos dele. Na segunda foto, da pra ver ao fundo um pouco da linda paisagem de Edimburgo.
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
A linda paisagem de Edimburgo.
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Esse e um morro que fica no meio da cidade. Tem uma vista linda de la. Na ultima foto aparece ao fundo a residencia da rainha na Escocia.
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
O castelo de Edimburgo e a vista la de cima.
Image hosted by Photobucket.com
Bruno contemplando o horizonte.
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Essas sao fotos das lindas paisagens das Highlands, que eu tirei de dentro do onibus (por isso nos nao aparecemos...)
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Lago Ness e o castelo de Urquhart. Do monstro nao deu pra tirar foto...
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.com
Inverness